Cadastre seu e-mail para receber as atualizações deste blog.

incluir retirar

10 de ago de 2013

Pequenas distrações ao volante podem ser fatais

Distração ao volante
Não é só o uso do celular que pode distrair o motorista, outras atitudes podem tirar a atenção de quem está ao volante

Da Redação do Portal do Trânsito

Muito tem se falado que a distração causada pelo celular é responsável por vários acidentes ocorridos no Brasil e no mundo. Pesquisa recente realizada nos EUA mostra que os celulares estão envolvidos em 25% dos acidentes naquele país.

Porém, não é só o uso do celular que provoca distração e coloca o motorista em situação de risco. Outras atitudes, que não são consideradas perigosas por muitos, podem ameaçar a segurança no trânsito.

Segundo os princípios da direção defensiva, a atenção é elemento indispensável ao ato de dirigir. Por este motivo o Portal do Trânsito selecionou algumas dicas para que o motorista mantenha a atenção ao volante e não se distraia.

Som

- Escolha, ainda com o carro parado, um CD ou uma estação de rádio para ouvir durante todo o trajeto. Evite mudar de estação. Trocar o CD, pode ser fatal.

- Não dirija com música muito alta. Ela encobre o barulho de buzinas de outros veículos ou do apito do agente de trânsito, além de outros sons que podem ser essenciais à segurança.

Cigarro

- Fumar enquanto se dirige é proibido por lei, pois é infração dirigir com apenas uma das mãos. Vale lembrar que o cigarro desvia a atenção do trânsito e limita a mobilidade do condutor numa rápida decisão que precise tomar.

Passageiros

- Não é preciso olhar para o carona o tempo todo enquanto se conversa.

- Não discuta ao volante. A exaltação pode tirar a concentração necessária ao ato de dirigir.

- Se for namorar, pare o carro. Carinhos costumam distrair quem dirige.

Animais

- Mantenha-os no banco traseiro, de preferência numa caixa própria para o transporte. O melhor é que tenha alguém o vigiando o tempo todo.

- Animal é como criança. É preciso deixá-lo bem seguro dentro do carro.

Comida e Bebida

- Só consuma os alimentos quando estiver estacionado, pois sempre precisará tirar uma das mãos do volante e dessa forma, estará infringindo a norma de trânsito.

- Alimentos devem ficar firmes para não cair, o que desvia ainda mais a atenção.

- Guarde a bebida em recipientes com tampa, isso evita que ela derrame.

- Se for dirigir jamais ingira bebida alcoólica. Lembre-se que a lei de trânsito é extremamente rígida com motoristas flagrados alcoolizados.

Crianças

- Antes de sair é importante ter certeza de que as crianças estão sendo conduzidas de acordo com o estabelecido na Resolução Contran 277/08, observadas as faixas etárias e o dispositivo de retenção usado, quer seja bebê conforto, as cadeirinhas, os assentos de elevação ou o próprio cinto de segurança.

- Lembre-se, crianças menores de dez anos de idade têm que ser transportadas no banco traseiro do veículo.

- Tente não se meter na briga das crianças. Se precisar pare o automóvel num local adequado para acalmar os ânimos.

- Não regule o retrovisor interno para ficar tomando contados pimpolhos no banco traseiro. O espelho serve para monitorar o que se passa no trânsito, à sua retaguarda, durante o trajeto.

Leitura

- Deixe o carona consultar o mapa ou o GPS. Se estiver sozinho pare num local seguro. - No caso do jornal ou livros, deixe para lê-los em casa.

Maquiagem & CIA

- Não retoque a maquiagem ou o cabelo. Pare o carro para se arrumar.

- O espelho do para-sol só deve ser usado quando o veículo não estiver em movimento.

Sono

- Não dirija se estiver com sono. O cansaço tem sido causa de inúmeros acidentes fatais.

- Muitos caminhoneiros utilizam medicamentos (rebite) para conseguirem dirigir por horas seguidas. A Lei 12.619/12 regulamenta a profissão e obriga paradas para o descanso. O grande perigo é que depois de passado o efeito do medicamento, a necessidade acumulada de sono se manifesta repentinamente, fazendo o motorista dormir e consequentemente, causar graves acidentes.

Celular

- Digitar um número de telefone celular ou uma mensagem desconcentra o motorista por alguns segundos, o suficiente para tirar a atenção do trânsito. Você percorre com o carro alguns metros, dependendo da velocidade desenvolvida, sem que preste a devida atenção ao que se passa a sua frente. Um grave risco.

- Quem está com o celular ao ouvido, dirigindo com uma só das mãos, ou tocando em suas teclas ou telas, fatalmente tem a atenção reduzida no trânsito. Tal comportamento – infração média com perda de 4 pontos na carteira – tem sido causa de graves acidentes.

Fonte: 

2 comentários:

  1. Som alto no carro,daqueles em que o motorista está com os vidros erguidos mas se escuta longe ,não seria o caso de ser passível também de multa ,como é o caso do uso do celular ao Volante??

    ResponderExcluir
  2. bela matéria ,o motorista esta cada vez mais segururo de si,é acaba fazendo bobagem pela falta de medo,

    ResponderExcluir