Cadastre seu e-mail para receber as atualizações deste blog.

incluir retirar

8 de nov de 2012

DIA MUNDIAL EM MEMÓRIA DAS VÍTIMAS DE TRÂNSITO. Uma data para nunca esquecer…



No dia 18 de novembro o mundo todo estará celebrando a memória de milhões de seres humanos que foram vítimas da violência no trânsito. Essa data, instituída pela Organização das Nações Unidas, também serve para alertar a todos – principalmente àquelas poucas pessoas de muita sorte que não foram ainda atingidas por essa doença social – que esse tipo de violência é absolutamente previsível e, portanto, perfeitamente evitável.

Instituída pela Organização das Nações Unidas em sua Assembléia Geral do ano de 2005, o DIA MUNDIAL EM MEMÓRIA DAS VÍTIMAS DE TRÂNSITO vai sendo incorporado gradativamente ao calendário de eventos dos países membros cada vez de forma mais intensa.
No Brasil, as ações pelo DIA MUNDIAL EM MEMÓRIA DAS VÍTIMAS DE TRÂNSITO começaram em 2007, por iniciativa da sociedade civil organizada por meio da Ong TRÂNSITOAMIGO do Rio de Janeiro que, com parcos recursos, conseguiu mobilização expressiva em várias cidades brasileiras.
Além de um ato em memória de entes queridos mortos prematuramente e de alerta para os riscos, no Brasil a data também é aproveitada para marcar posição em questões importantes para a segurança do trânsito. Assim, em 2007, o tema foi clamar pela rápida tramitação do Projeto de Lei 798/2007 que padroniza as penas alternativas aplicadas aos crimes de trânsito, exigindo dos condenados a prestação de serviços de apoio às equipes de resgate e socorro; às equipes de emergência dos hospitais e às clínicas de recuperação motora, eliminando-se com isso a odiosa cesta básica, tradicionalmente instituída como pena alternativa.
Em 2008, a mobilização foi de apoio à LEI SECA, ameaçada que estava por uma ação contrária da Associação de Bares, Restaurantes que, de forma absolutamente corporativa não admitia os benefícios sociais da nova lei.
Em 2009, 2010 e 2011, pela relevância e abrangência mundial do tema, a DÉCADA DE AÇÃO PELA SEGURANÇA NO TRÂNSITO 2011 – 2020 tem sido sistematicamente tratada nas iniciativas, de modo a estimular maior participação dos entes públicos e privados.
O movimento, que começou modesto no Rio de Janeiro, espalhou-se para outros municípios e estados, transformando-se em uma verdadeira rede de solidariedade que reúne em um único dia dezenas de milhares de manifestações de apoio à causa da segurança e da vida no trânsito.
Desde 2009 as iniciativas da TRÂNSITOAMIGO pela passagem do Dia Mundial das Vítimas passaram a ser itinerantes. Depois do Rio de Janeiro, Curitiba e Florianópolis já foram palcos das celebrações que, assim, a cada ano conquista novas parcerias.
Neste ano de 2012, São Paulo será a cidade anfitriã. Maior metrópole da America do Sul a capital bandeirante está se organizando para fazer um evento memorável exatamente no ano em que o Brasil, finalmente, decidiu abraçar a DÉCADA DE AÇÃO PELA SEGURANÇA NO TRÂNSITO, lançando o Pacto Nacional de Redução de Acidentes, que foi inclusive anunciado pela Presidente Dilma Roussef na abertura da Assembléia Geral da ONU no dia 25 de setembro.
Tendo como pano de fundo a própria DÉCADA, o desafio deste ano dos organizadores do evento é erigir o primeiro Memorial das Vítimas – como recomenda a própria Organização Mundial de Saúde – que sirva como elemento simbólico permanente de alerta contra a violência nas ruas e estradas de nosso país.
Fernando Pedrosa
Publicitário e Jornalista Especializado e Membro da Câmara Temática de Educação para o Trânsito e Cidadania do CONTRAN

Um comentário:

  1. Excelente retrospectiva e avisamento do tema para reflexão e adoção de posturas responsáveis ao transitar.

    ResponderExcluir