Cadastre seu e-mail para receber nossas mensagens.

incluir retirar

23/02/2012

Brasil lidera a lista de países com o maior número de acidentes de trânsito do mundo.

O principal fator para este número é a relação álcool e direção.

A combinação álcool e outras drogas resultam em diversos perigos para a saúde como o aumento de danos cerebrais, riscos ao fígado, exposição sexual de risco, além, claro, da violência. O Brasil lidera a lista de países com o maior número de acidentes de trânsito do mundo, com um milhão por ano, resultando em 300 mil vítimas. O principal fator para este número é a relação álcool e direção.

“52% dos brasileiros bebem e aproximadamente 24% bebem de forma preocupante. O uso do álcool está associado claramente a acidentes e violência interpessoal. Nenhuma outra droga produz quadro tão amplo e significativo”, afirma o Dr. Carlos Salgado, psiquiatra do Hospital Mãe de Deus de Porto Alegre e conselheiro da Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas (ABEAD).

Tabaco e álcool são as drogas mais consumidas no Brasil, seguido por medicamentos e maconha. “É importante reforçar que as drogas mais importantes para prevenção e tratamento ainda são o tabaco e o álcool e que cabe também aos pais a tarefa de dizer não ao uso de tabaco e álcool por menores”, revela.

Em muitos casos, o uso precoce, a disponibilidade, o fácil acesso as drogas, a negligência de pais e autoridades são fatores que se associam a dependência dos usuários. Esta dependência gera alterações no comportamento dos usuários. “Mudanças na conduta, humor, indisposição para estudo e trabalho, abandono de atividades habitualmente prazerosas, entre outros. Urgência do uso ou fissura é outro sintoma de dependência”, completa.

Para o tratamento destes vícios, o auxílio da família é fundamental para um final feliz. “Mais do que no tratamento, a família também tem importância na prevenção. Um tratamento para dependentes químicos com participação da família tem chance muito maior de sucesso” conclui.

Tabaco: principal causa de morte evitável

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o tabagismo é a principal causa de morte evitável em todo o mundo, além, de proporcionar sérios riscos e transtornos a saúde. Esta droga em conjunto com o álcool, é responsável por doenças como câncer na cabeça, de pescoço, estômago e bexiga.

Para o Dr. Carlos Salgado, o Brasil está progredindo em relação ao combate contra esta droga. “O Brasil está progredindo na questão do tabaco. É modelo internacional na redução no número de usuários pela política restritiva, que inclui proibição de propaganda fora dos pontos de venda e restrição ambiental para a fumaça”, afirma.

Deixar este vício diminui riscos de doenças e aumenta a qualidade de vida. “Parar de fumar poupa esforço cardíaco, pulmonar e reduz risco de câncer de cabeça, pescoço, trato digestivo e bexiga. Melhora a nutrição da pele, rejuvenescendo o usuário. Aumenta o fôlego e disposição para exercícios”, completa.

Fonte: Bondenews

2 comentários:

  1. Por gentileza, qual a fonte sobre o dado de que o Brasil lidera a lista de países com maior números de acidentes de trânsito?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. André, a notícia está disponível no PORTAL DO TRÂNSITO, http://www.portaldotransito.com.br/noticias/brasil-lidera-a-lista-de-paises-com-o-maior-numero-de-acidentes-de-transito-do-mundo.html

      Excluir