Cadastre seu e-mail para receber as atualizações deste blog.

incluir retirar

31 de ago de 2010

Tira-dúvidas: entenda a Lei das Cadeirinhas

Foto: Marco A. Gonçalves/Futura Press
Legislação passa a valer a partir desta quarta-feira
Marielly Campos cidades@eband.com.br

A obrigatoriedade das cadeirinhas para transporte de crianças de até sete anos em veículos particulares começa a valer a partir desta quarta-feira, dia 1º de setembro. A norma, elaborada pelo Contran (Conselho Nacional de Trânsito) tem o objetivo de oferecer “condições mínimas de segurança para o transporte de criança”, diz o órgão.
A legislação determina um tipo de equipamento para cada faixa etária, segundo foi definido na legislação. Para Alfredo Peres da Silva, diretor do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), "o uso correto das cadeiras evita em 70% os acidentes fatais", afirma. Em entrevista ao eBand, o Contran esclareceu algumas dúvidas em relação ao equipamento de segurança. Confira: 
 
1) Por que foi criada a Lei das Cadeirinhas? 
O Conselho Nacional de Trânsito, considerando ser necessário estabelecer as condições mínimas de segurança para o transporte de criança, definiu a obrigatoriedade do uso de equipamentos de retenção, por meio da Resolução 277.  

2) Como será a fiscalização? Quais os órgãos responsáveis? 
Após dois anos para adaptação à norma, a fiscalização do transporte de criança será iniciada em 1° de setembro e pode ser realizada por todos os órgãos de trânsito, por exemplo: Polícia Militar, órgãos municipais de trânsito, Polícia Rodoviária.  

3) Quais as determinações da nova lei para cada faixa etária? 
Segundo a Resolução do Contran, crianças de até um ano de idade deverão ser transportadas no equipamento denominado conversível ou bebê conforto. Crianças entre um e quatro anos em cadeirinhas. De quatro a sete anos e seis meses devem viajar em assentos de elevação.  

4) Como os pais devem comprovar a idade dos filhos caso sejam abordados pela fiscalização? 
 As normas que tratam do transporte de crianças em veículos automotores consideram ser necessária a observação do peso, altura e idade da criança para que se possa identificar o equipamento adequado. O Conselho Nacional de Trânsito optou pelo critério idade para facilitar a fiscalização de trânsito. Caso o agente de trânsito identifique problemas no transporte em relação à idade da criança, o pai poderá apresentar o documento de registro, no entanto, caso não tenha condições de confirmar a idade da criança e seja autuado, poderá recorrer da infração. 
 
5) A Lei se aplica a todos os tipos de transporte? 
O uso dos dispositivos de retenção não será exigido para os veículos com peso bruto total superior a 3,5t, os de transporte coletivo, táxi e escolares. 
 
6) Os equipamentos de retenção ocupam um espaço maior no banco do veículo. Existe a possibilidade de a criança ser transportada no banco dianteiro? O que a legislação determina para esses casos? 
No caso da quantidade de crianças com idade inferior a dez anos exceder a capacidade de lotação do banco traseiro é permitido o transporte da criança de maior estatura no banco dianteiro, desde que utilize o dispositivo de retenção.  

7) No caso de veículos utilitários (que não tem bancos traseiros), a criança pode viajar no banco da frente? 
No caso de veículos que possuem somente banco dianteiro também é permitido o transporte de crianças de até dez anos de idade utilizando sempre o dispositivo de retenção. 

8) Qual é o valor da multa aplicado para os motoristas infratores? Há perda de pontos na carteira de habilitação? 
A penalidade será a prevista no artigo 168 do Código de Trânsito Brasileiro, que considera a infração gravíssima e prevê multa de R$ 191,54, perda de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação e a retenção do veículo até que a irregularidade seja sanada.  

9) Os equipamentos de retenção deverão se tornar obrigatórios também em transportes públicos e veículos escolares? 
De acordo com o diretor do Denatran, “estamos fazendo essa implementação em maneira gradativa pra sociedade se acostumar. Primeiro com relação aos pais, obrigando no transporte individual. Mais à frente vamos incorporar a exigência também para o transporte escolar", diz. 
 
10) Quando deve ocorrer a regulamentação para esses transportes? 
"A regulamentação pode ocorrer a qualquer momento, quando terminarem os estudos. Mas não há um prazo. Depois disso, os perueiros também terão um tempo para adaptar os veículos, assim como ocorreu com a população em geral, no caso das cadeirinhas, cuja mudança foi aprovada há dois anos", explica Silva. 
 
Fonte: http://www.band.com.br/jornalismo/cidades/conteudo.asp?ID=100000340557 - Acesso em 31/08/2010

25 de ago de 2010

Debate sobre trânsito: plateia faz perguntas aos convidados

Rosângela Gris A Cerca de 420 pessoas lotam o auditório Dona Etelvina para prestigiar e participar do debate sobre o trânsito em Maringá, promovido pelo Cesumar e com o apoio de O Diário. O site odiario.com acompanha o debate em tempo real. 22h31 Termina aqui a transmissão do debate sobre a violência no trânsito. Boa noite a todos. 22h30 O professor Cláudio reforça os agradecimentos as autoridades presentes e, nas considerações finais, a exemplo dos convidados, destaca a educação como o caminho para as mudanças no trânsito. 22h27 O mediador Gilson Aguiar agradece a participação dos convidados e convida o professor Cláudio para encerrar o debate. 22h23 A mediadora Elaine Guarnieri pede que as pessoas do público pensem duas vezes antes de pisar fundo no acelerador e sejam mais pacientes no trânsito. 22h22 Guerlles convoca a população a dar sua contribuição para as mudanças que se fazem necessárias no trânsito. Ele diz que o poder público não tem se isentado de suas obrigações e tem atuado com rigor. 22h18 Purpur lembra que o número de mortes no trânsito caiu significativamente de 2004 para 2009, mas reconhece que hoje os números apontam para um catástrofe. Ele, no entanto, assegura que o trabalho da Setran continua sendo feito com eficiência. 22h15 Para Miura, as autoridades precisam trabalhar com os pés no chão e ouvir pessoas com experiência no assunto para elaborar ações eficazes para o trânsito de Maringá. 22h10 O tenente França defende que o trânsito seja debatido nas escolas para garantir a formação dos motoristas do amanhã, mas agora não abre mão de uma fiscalização rigorosa para conter os abusos. 22h07 A lei seca é apontada por Paschoal como responsável pela redução da violência nas cidades onde ela foi implantada e uma importante aliada para uma mudança de comportamento no trânsito. 22h05 O capitão faz críticas a forma como a forma que a faixa de pedestre foi implantada em Maringá, mas reconhece que as campanhas de trânsito e sinalização custam muito dinheiro. 22h00 O capitão Paschoal reconhece que a solução para o trânsito de Maringá não é simples. Fiscalização, na opinião dele, é necessária, mas não vai resolver o problema sozinha. 21h58 Pereira vê na união de forças, como a estabelecida na Operação Tolerância Zero, o caminho para se alcançar as mudanças necessárias no trânsito de Maringá. 21h56 Dr. Carmine faz coro ao especialista de trânsito sobre a necessidade de punir os infratores para se conseguir mudar o comportamento dos motoristas. Ele diz que a perda de uma vida não pode ser justificada pela falta de efetivo ou burocracia para contratar mais agentes. 21h53 "Falta a presença do Estado", comenta Miura sobre o sistema em vigência hoje no trânsito. 21h47 Testemunhos de vítimas de acidentes ajudam a conscientizar e a mudar o comportamento dos motoristas na opinião do médico. 21h46 Dr. Carmine confirma que o uso de capacetes e cinto de segurança reduzem a gravidade das fraturas. 21h44 Os equipamentos de segurança são tema de discussão no momento. 21h40 Para o tenente França, motorista só segue as regras por causa da fiscalização e não por preocupação com a segurança no trânsito e cita a obrigatoriedade do uso da cadeirinha para o transporte de crianças como exemplo. "Os pais não devem se preocupar com a cadeirinha porque serão multados, mas sim porque é a maneira correta de transportar seus filhos em segurança", diz ele. 21h33 Guerlles nega que interesses de revendas de carros da cidade influenciem no trabalho da Setran. "Se alguma coisa não está funcionado ainda de forma correta a culpa é nossa", assegura categórico. 21h28 Questionado sobre as futuras mudanças no trânsito de Maringá, Purpur fala sobre os planos de implantação de um mini metrô na cidade. 21h25 Sobre o reduzido efetivo da Setran, pergunta feita pela platéia, Guerlles culpa a burocracia dos concursos pela demora na contratação de mais agentes. 21h22 Diante da falta de efetivo para fiscalizar o trânsito e multar todos os infratores, o médico aposta na educação para mudar o comportamento dos motoristas no trânsito. 21h17 R$ 28 bilhões são gastos por ano para atender vítimas de trânsito, segundo o Dr. Carmine Savarini. 21h15 A voz dos infratores está vencendo a do Poder Público. A afirmação é de Miura que defende uma fiscalização rigorosa, com a aplicação de multas e o uso de bafômetros para punir os motoristas que não respeitam as regras de trânsito. Para ele, a punição é o único caminho para diminuir a violência no trânsito e o número de acidentes. 21h12 Em resposta a uma pergunta da platéia, Guerlles afirma que as ações para assegurar a independência das pessoas com deficiências auditivas e visuais no trânsito estão sendo planejadas. 21h09 Paschoal diz que a carga horária obrigatória para retirar a carteira de habilitação é suficiente para ensinar a parte mecânica da direção, mas não para formar motoristas conscientes. Ele defende que o tema trânsito seja abordado de maneira mais consistente nas escolas. 21h05 Os pais serão responsabilizados pelos filhos menores flagrados dirigindo sob a possibilidade de terem que cumprir penas alternativas pela infração de entregarem as chaves dos veículos para pessoas não aptas a dirigir. A medida, segundo Edson Luiz Pereira, será uma resposta ao alto número de adolescentes flagrados dirigindo. 21h00 Miura destaca que o carro é uma máquina que revela o comportamento humano. A falta de uso da seta, na opinião dele, revela a falta de educação dos motoristas de Maringá e lamenta tal comportamento uma vez que, quando utilizada, a sinalização pode evitar inúmeros acidentes. 20h56 Pergunta da platéia: por quê os motoristas não utilizam a seta adequadamente? Miura é quem vai responder. 20h52 Para Gilberto Purpur, o conforto proporcionado pelo veículo próprio é principal responsável pela preferência da população por esse tipo de transporte. Ele assegura que o transporte público na cidade é de qualidade e que Maringá é segura para pedestres e ciclistas. 20h48 França revela que é grande o número de motociclistas que circulam pela cidade sem a carteira de habilitação, conforme vem sendo verificando nas blitze realizadas na cidade. 20h45 O impacto do crescimento da frota de motocicletas e o número de acidentes envolvendo motociclistas é o tema da pergunta feita ao tenente França. 20h40 Paschoal lembra que existe uma dificuldade em definir embriaguez ao volante. Ele ressalta que o cidadão não é obrigado a realizar o exame de etilômetro. A recusa de testemunhas de participarem do processo é outro ponto destacado pelo capitão. 20h38 Gilson Aguiar questiona o capitão Paschoal sobre a impunidade no trânsito. 20h33 Questionado sobre o comportamento de motoristas de fora da cidade sobre a faixa de pedestre, Miura explica que a tendência é que eles sigam o comportamento dos motoristas locais, reforçando assim a importância dos maringaenses de dirigirem de forma exemplar. 20h28 O secretário diz que a implantação de semafóros de pedestre serão instalados em breve em Maringá. 20h25 Respondendo a pergunta do mediador Gilson Aguiar, Guerlles destaca as ações da Secretaria de Trânsito realizadas para garantir a segurança dos pedestres, ressaltando as campanhas de conscientização. 20h23 Uma reportagem produzida por alunos do curso de Jornalismo do Cesumar sobre o desrespeito dos motoristas as leis de trânsito é exibida ao público presente. 20h20 Para Miura, a legislação imprópria dificulta uma fiscalização eficiente na avenida Colombo, uma das mais perigosas de Maringá. 20h16 O auditório Dona Etelvina está totalmente lotado. O público acompanha as primeiras considerações dos convidados Dr. Carmine Savarini, Capitão Ademar Paschoal, Luis Riogi Miura, secretário Walter Guerlles, Gilberto Purpur, Tenente França e Edson Luiz Pereira. Problemas técnicos atrasaram o início da transmissão do debate sobre a violência no trânsito, que passa a ser transmitido agora em tempo real. Fonte: http://www.odiario.com/maringa/noticia/334025/acompanhe-o-debate-sobre-transito-de-maringa-em-tempo-real.html - Acesso em 25/08/2010

20 de ago de 2010

Capacitação de Profissionais de Trânsito

O principal objetivo do projeto é capacitar profissionais dos órgãos e das entidades que compõem o Sistema Nacional de Trânsito (SNT), visando aprimorar as funções que lhe são atribuídas em suas área de atuação. Cursos 2010 Legislação de Trânsito - Atualizado Educação de Trânsito - Atualizado

Contran atualiza normas de credenciamento de autoescolas

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) publicou nesta quinta-feira (19) a Resolução 358, que trata do credenciamento de instituições destinadas ao processo de capacitação de candidatos, condutores e profissionais. A norma também atualiza as exigências para o exercício da atividade de instrutor, conforme regulamentou a Lei 12.302/2010. Segundo a Lei 12.302, publicada em 2 de agosto, o instrutor de trânsito deve ter no mínimo 21 anos de idade, dois anos de habilitação e um ano na categoria “D”, ter concluído o ensino médio, não ter sofrido penalidade de cassação de CNH, não ter cometido nenhuma infração gravíssima nos últimos 60 dias e realizar curso de capacitação, de direção defensiva e primeiros socorros. Em relação aos cursos de capacitação de diretor-geral, de diretor de ensino, examinador e instrutores, a Resolução 358 estabelece nova carga horária (veja tabela abaixo), com o objetivo de melhorar a formação desses profissionais. Segundo a Resolução, além do curso de capacitação, a cada cinco anos eles deverão realizar curso de atualização com carga horária de 20 horas aula. Dentre as novidades para o credenciamento de profissionais e instituições está a exigência de nível superior para os examinadores e a apresentação de índice mínimo de 60% de aprovação dos candidatos, nos últimos doze meses, para a renovação do credenciamento do CFC. Segundo a Resolução 358, o examinador de trânsito, credenciado pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran), que não possuir formação de nível superior poderá ainda exercer a atividade pelo prazo de dois anos. As instituições ou entidades já credenciadas terão um ano para se adequarem as exigências de infraestrutura. De acordo com a Resolução, aos instrutores de trânsito já credenciados pelos Detrans até 2 de agosto de 2010 será assegurado o direito ao exercício da profissão. A Resolução 358 do Contran entra em vigor a partir de hoje, data de publicação. Confira a nova carga horária: Diretor-Geral: 220 horas/aula Diretor de Ensino: 220 horas/aula Examinador de Trânsito: 208 horas/aula Instrutor de Trânsito: 180 horas/aula Instrutor de curso especializado: 270 horas/aula Instrutor de trânsito
Idade mínima de 21 anos Curso de ensino médio Dois anos de habilitação e um ano na categoria “D” Não ter sofrido penalidade de cassação da CNH Não ter cometido infração de natureza gravíssima no período de 60 dias Certificado de curso especifico e participação em curso de primeiros socorros e direção defensiva Acesse: Lei 12.302 – Regulamenta o exercício da profissão de Instrutor de Trânsito Resolução 358 do Contran - Regulamenta o credenciamento de instituições ou entidades para o processo de capacitação, qualificação e atualização de profissionais, e de formação, qualificação, atualização e reciclagem de candidatos e condutores Mais informações, Assessoria de Imprensa – Denatran imprensa.denatran@cidades.gov.br Fonte: http://www.denatran.gov.br/ultimas/20100819_credenciamento.htm - Acesso em 20\08\2010

17 de ago de 2010

Ciclo de palestras é oferecido a réus que cometeram crimes de trânsito

Dando continuidade a parceria estabelecida com o Tribunal de Justiça de Rondônia, o Departamento Estadual de Trânsito de Rondônia (DETRAN-RO) através da sua Coordenadoria de Educação de Trânsito (CET) realizou mais um ciclo de palestras para os réus envolvidos em crimes de trânsito. Este ciclo de ações voltadas à prevenção da violência no trânsito contou com a participação da pedagoga, Telma Ferreira, do DETRAN, que fez uma breve explanação sobre a história da humanidade e a forma como esta é permeada pelo consumo do álcool e do quanto a sociedade precisa de cidadãos com ética e bom senso no trânsito. “A ética é uma reflexão da moralidade, por isso, precisamos ‘construir’ condutores eticamente para que cumpram as leis de trânsito, não por ter um guarda por perto que possa puni-los, mas por achar que é o certo e a única coisa a fazer”, ressaltou Telma. Quem também participou foi a psicóloga Lorena Maria Vieira, da Casa Família Roseta, apresentando dados estatísticos do álcool no Brasil e os fatores que contribuem para o alcoolismo na sociedade. “As pessoas acreditam que o consumo de álcool gera pouco ou nenhum risco de vício”, afirmou a psicóloga.
De acordo com Elenilton Eler, diretor geral do DETRAN, “para mudar a consciência dos nossos condutores é preciso que eles queiram mudar. Ações como estas contribuem para que eles reflitam sobre tudo o que tem acontecido e adotem uma postura diferente. Assistiram à palestra aproximadamente 40 réus que infringiram o Art 306 do Código de Trânsito Brasileiro, o qual dispõe que: Conduzir veículo automotor, na via pública, estando com concentração de álcool por litro de sangue igual ou superior a 6 (seis) decigramas, ou sob a influência de qualquer outra substância psicoativa que determina dependência. Fonte: http://www.onortao.com.br/ler.asp?id=35964 - Acesso em 17\08\2010

16 de ago de 2010

Café de Ideias apresenta os projetos: Revolução dos Baldinhos e Educação para o Trânsito

As temáticas sustentabilidade e educação para o trânsito estarão na pauta do 5º encontro do curso de formação continuada Café de Ideias, promovido pela Prefeitura de São José. 

O Café de Ideias será realizado no último sábado do mês (28 de agosto), das 8h30min às 12h, na Secretaria de Segurança, Defesa Social e Trânsito, localizada na Rua Irmãos Vieira, 224, Campinas, São José. 

A programação abre com apresentação da “Revolução dos Baldinhos”, ação de sucesso desenvolvida na comunidade Chico Mendes, em Florianópolis, que consiste no trabalho comunitário de reaproveitamento de resíduos orgânicos, transformando cascas de verduras e frutas, talos e sobras de comida em adubo para a horta comunitária. “O projeto serve de modelo para diversos setores da sociedade civil organizada, cujo objetivo maior é propor qualidade de vida e sustentabilidade como produto de uma ação solidária que reforça a consciência de cidadania coletiva”, ressalta o professor de filosofia da Secretaria Municipal de Educação, Adão de Souza. Essa primeira etapa do curso de formação continuada será ministrada por três jovens coordenadores do projeto.

Para o segundo momento, a professora Irene Rios trará para o centro de debates a educação no trânsito. Dirigido aos profissionais da educação, o curso objetiva estimular o debate e o aprofundamento sobre questões educacionais. 

“Estamos muito contentes com o sucesso de todos os eventos formativos e informativos desenvolvidos no Café de Ideias, é realmente uma oportunidade para todos os profissionais que primam pela formação continuada”, frisa a Secretária Municipal de Educação, Rosa Maria da Silva Schmidt. 

Os interessados em participar deste encontro já podem se inscrever gratuitamente pelos telefones: 3381 7439 e 9985 3648. As vagas são limitadas. 
 
5º Encontro do curso de formação continuada Café de Ideias Horário: 8h30min -12h Local: Rua Irmãos Vieira Nº 224. Campinas- São José.-(Próximo à Igreja Redonda)
 
Encontro gratuito. Vagas limitadas.

Inscrições e informações: (48) 99853648 (48) 99853648 - 33817439 - Professor Adão de Souza.  

Fonte: PMSJ http://floripanews.com.br/ver_not.php?id=69992&ed=Tr%E2nsito&cat=Not%EDcias - Acesso em 16\08\2010

Ciclo de Palestras: Mobilidade e Segurança no Trânsito

O evento visa compartilhar conhecimentos em engenharia, mobilidade, legislação de trânsito e casos específicos de implantação de soluções para a gestão de trânsito. Composto por um ciclo de palestras com conceituados especialistas do setor, o evento favorece a troca de informações e experiências entre autoridades e estudiosos do tema trânsito.
Por meio de apresentações de soluções eficientes para a gestão da mobilidade urbana e segurança no trânsito proporciona aos participantes uma noção estratégica e específica sobre o cenário atual, práticas exitosas, desafios e tendências. Data: 02/09/2010 (quinta-feira) Horário: das 13h às 18h Palestrantes: José Mario de Andrade, Julyver M. de Araujo, Dalny Sucasas e Philip Gold. Cidade: São José dos Campos - SP Local: Parque Tecnológico Rodovia Presidente Dutra - Km 137,8 12247-004 (12) 3878.9500 Informações: Fernanda Miguel - comunicacao@perkons.com - (41) 3544.3298 Inscrições GRATUITAS: www.perkons.com/inscricao.php (até o dia 26/08/2010) Ver programação completa

14 de ago de 2010

Professores de Ijuí receberão curso de qualificação em educação para o trânsito

O Governo do Estado promoverá, nos dias 17 e 18 de agosto, em Ijuí, um curso de qualificação em educação para o trânsito. Cerca de 70 professores de educação infantil e séries iniciais das redes estadual, municipal e particular participarão do evento. Operacionalizado por meio do Detran/RS, com o apoio da Coordenadoria Municipal de Trânsito, o curso com duração de 20 horas, terá como objetivo transformar os profissionais que atuam em sala de aula em multiplicadores dos conceitos de solidariedade, responsabilidade, respeito, prudência, tolerância e cooperação. O treinamento acontecerá na Associação Comercial de Ijuí, na Rua Albino Brendler, 864, e será ministrado por técnicos da Divisão de Educação do Detran/RS. O programa abordará temas como ética e cidadania no trânsito, desafios da educação para o trânsito na escola, o papel do professor como agente multiplicador no processo de mudança, embasamento legal, construção de projetos pedagógicos na área e recursos didáticos. Essa é a sétima edição do projeto, que tem como meta atingir, até o final do ano, 900 professores de todo o Estado. As primeiras edições correram em Caxias (março), Uruguaiana (abril), Canoas (maio) e Porto Alegre (junho), Viamão (julho) e Santa Cruz (no início de agosto). Fonte: http://www.estado.rs.gov.br/direciona.php?key=aW50PW5vdGljaWEmbm90aWQ9ODUyNTkmdHBhY2U9Mg - 14/08/2010

Pesquisa traça perfil de motoristas infratores


A lista dos mais multados, em quatro estados brasileiros, inclui um condutor que já foi multado mais de 200 vezes em apenas um ano. Ele tem mais de mil pontos na carteira.

Mário Bonella Vitória, ES 

As imprudências impressionam. Imagens mostram um carro passando no cruzamento. De repente vem outro veículo. O carro bate, quase tomba e ainda acerta o veículo que estava do outro lado da pista. Tudo isso poderia ser evitado se houvesse respeito à regra básica de parar no sinal vermelho. Em outro cruzamento, um carro passa e de repente vem um caminhão. Novamente o sinal estava fechado. Uma pessoa morreu no acidente. "As pessoas têm que entender quem enquanto elas não conduzirem o veículo com educação, nós não vamos ter uma redução nas nossas estatísticas sangrentas de acidentes nas rodovias brasileiras. São 100 mortes por dia nas rodovias do Brasil", diz Guilhermina Gama, diretora de trânsito do DER/ES. Avanço de sinal é uma infração gravíssima, corresponde a sete pontos na carteira, mesmo assim é uma das mais cometidas, junto com excesso de velocidade e dirigir falando ao celular. Foi o que mostrou um levantamento feito pelo Detran do Espírito Santo, que também indicou um perfil do motorista infrator. 

O Detran analisou 17 mil motoristas que tiveram o direito de dirigir suspenso porque cometeram infrações no trânsito. Quase 80% têm mais de 30 anos; concluíram pelo menos o ensino médio; e dirigem há mais de dez anos. "Motoristas experientes, predominantemente do sexo masculino, e com bom grau de escolaridade, infringindo as leis de trânsito. Ele adquire vícios e acha que dirigir é do jeito dele e não do jeito que a lei estabelece", declara Marcelo Ferraz, diretor do Detran/ES. 

Na lista dos campeões das infrações, o número de multas por motoristas em algumas regiões do país chamam a atenção. No Espírito Santo, em oito anos, uma motorista já atingiu 550 pontos na carteira, e 20 mil reais em multas, mas já tem gente extrapolando os mil pontos em apenas um ano. É o que acontece em Pernambuco, um motorista já tem 1.591 pontos na carteira de habilitação. No Rio Grande do Sul, um motorista já foi multo dos 257 vezes e já soma 1.288 pontos na carteira. Em Mato Grosso do Sul o campeão tem 993 pontos. Ele cometeu 200 infrações em um ano.

O máximo permitido são 20 pontos, no intervalo de um ano. Quem ultrapassa perde o direito de dirigir por dois anos. É pouco, diz o diretor do Detran. Além de educação, ele também defende mais punição. "Avançar um semáforo, assumindo todos os riscos e conseqüências de uma colisão grave, é uma das condutas que a pessoa deveria responder criminalmente e hoje é uma infração administrativa, a pessoa paga uma multa por ela”, afirma Ferraz.
 
Fonte:
http://g1.globo.com/jornal-hoje/noticia/2010/08/pesquisa-traca-perfil-de-motorista-infrator.html - Acesso em 14/08/2010

12 de ago de 2010

Manifesto da Frente do Trânsito pede compromisso de presidenciáveis

No próximo dia 18 (quarta-feira) , um manifesto pela redução de mortes e lesões do trânsito brasileiro será entregue aos candidatos a presidente da República pela Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro e Comissão de Viação e Transportes (CVT) da Câmara dos Deputados. Será às 10h, no Plenário 11 da Câmara dos Deputados, em Brasília. O documento, intitulado “Manifesto pela Redução de Mortes e Lesões no Trânsito – Uma Década de Ações para a Segurança Viária”, pede o comprometimento dos presidenciáveis com uma causa que transcende interesses regionais e atinge a todos os brasileiros e suas famílias: a segurança da circulação viária e a qualidade do trânsito em nosso país. “Solicitamos seu compromisso formal assumido com seriedade, determinação e absoluta dedicação com o desfio de dar um basta à violência no trânsito de nosso país”, diz a carta. Para o evento de divulgação do manifesto estão sendo convidados todos os 200 parlamentares da Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro, membros da CVT e entidades que militam na causa. O documento já foi assinado pelos deputados Beto Albuquerque (Presidente da Frente), Hugo Leal, Marcelo Almeida e Fernando Coelho. Outros parlamentares devem assinar o documento até o dia 18, inclusive o Presidente da CVT, deputado Milton Monti . No documento é destacado ainda que o Brasil deu um passo importante ao sancionar a lei federal nº 11.705/2008 que estabelece que o limite de álcool no sangue do condutor de veículos automotores seja zero, incluindo penalizações severas para aqueles que não acatarem a lei. A iniciativa brasileira recebeu elogios da Organização Panamericana de Saúde (OPAS). Para a OPAS, essa lei “representa um modelo exitoso para ser seguido no restante das Américas”, cujo conteúdo é pioneiro e servirá como um padrão para a promoção da segurança viária e prevenção dos acidentes viários, particularmente entre os jovens. No Brasil, estatísticas apontam o país como um dos cinco do mundo que mais matam no trânsito. Além disso, há um número sem precedentes de pessoas acidentadas que precisam de atendimento nos serviços de saúde (urgência e UTIs), com custos elevados para toda a sociedade. Embora os índices dessa tragédia cresçam sistematicamente o problema não recebe a devida atenção das autoridades municipais, estaduais ou federais. DÉCADA DE AÇÕES O ano de 2011, justamente quando tomará posse o novo presidente do Brasil, terá início a Década de Ações para Segurança Viária, que segue até 2020. O objetivo é implementar as seis recomendações do Relatório Mundial/2004 da Organização Mundial de Saúde sobre a prevenção da violência no trânsito, reforçar a liderança e orientação das autoridades em matéria de segurança viária, incluindo a criação e o fortalecimento de uma estrutura de governo que atue na coordenação de todas as ações em defesa da vida no trânsito em todo o país, além de definir um Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito, com metas e programas que visem, de forma obstinada, perseguirmos objetivos claros e mensuráveis a fim de passarmos a contabilizar vidas salvas, ao invés de mortes nas nossas cidades e rodovias. Ainda serão objetivos desta década de ações aplicar os recursos arrecadados com multas de trânsito para financiar o referido Plano, envolver governos estaduais e municipais, especialistas, entidades não governamentais e a sociedade em geral para elencarmos ações prioritárias que envolvam campanhas educativas de trânsito permanentes e adota recomendação da Organização Mundial de Saúde a fim de que, anualmente, um terço dos condutores seja fiscalizado, especialmente através do teste do bafômetro. Ao todo são 14 pontos propostos para buscar soluções para a carnificina que se tornou o trânsito brasileiro, para os quais a Frente do Trânsito Seguro e a CVT estão chamando a atenção dos candidatos a presidente da República. “Este é o momento e a oportunidade para começar um novo governo pisando com o pé direito no acelerador da prevenção e, com o mesmo pé, o freio da violência do trânsito”, diz o documento. Fonte: http://www.frentetransitoseguro.com.br/noticias/1599-manifesto-da-frente-do-transito-pede-compromisso-de-presidenciaveis- - Acesso em 12/08/2010

Denatran define frases educativas de trânsito

O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) publicou na última semana a Portaria 470 que estabelece as frases educativas de trânsito que deverão ser utilizadas em peça publicitária destinada à divulgação, nos meios de comunicação social, de produtos oriundos da indústria automobilística ou afins.

As frases deste ano têm como foco o tema da Semana Nacional de Trânsito: "cinto de segurança e cadeirinha", além de revisão de veículos, capacete, pedestre e sinalização. A partir da publicação da Portaria 470, o responsável pela publicidade de produto automotivo terá o prazo de 60 dias para utilização das mensagens em novas campanhas.

A obrigatoriedade de veiculação de mensagens educativas de trânsito em publicidade de veículos foi determinada pela Lei nº 12.006, de 29 de julho de 2009 e regulamentada pela Resolução 351/2010 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). São responsáveis pelo cumprimento das normas o fabricante, o montador, o encarroçador, o importador e o revendedor dos veículos rodoviários de qualquer espécie, bem como de componentes, peças e acessórios utilizados nesses veículos. 

De acordo com a Lei 12.006, quando se tratar de publicidade veiculada em outdoor instalado à margem de rodovia, a obrigação de veiculação de mensagem educativa de trânsito estende-se à propaganda de qualquer tipo de produto e anunciante, inclusive àquela de caráter institucional ou eleitoral. Os órgãos ou entidades competentes que compõem Sistema Nacional de Trânsito (SNT), no âmbito de sua circunscrição, fiscalizarão e aplicarão as sanções previstas no Artigo 77-E, do CTB, que prevê que a veiculação de publicidade feita em desacordo a Lei constitui infração punível com sanções como advertência por escrito, suspensão e multa. 

O Denatran publicará, anualmente, entre três e seis mensagens educativas de âmbito nacional, compostas de no máximo seis palavras, a partir dos temas das campanhas de trânsito estabelecidos pelo Contran, para serem utilizadas nas campanhas publicitárias.  

Confira as frases definidas pelo Denatran: 

- Respeite a sinalização de trânsito 

- Faça revisões em seu veículo regularmente 

- Cinto de segurança salva vidas - No trânsito somos todos pedestres 

- Capacete é a proteção do motociclista 

- Transporte com segurança, use a cadeirinha 

Mais informações, Assessoria de Imprensa – Denatran imprensa.denatran@cidades.gov.br  

Fonte: http://www.denatran.gov.br/ultimas/20100809_frases.htm - Acesso em 12/08/2010

11 de ago de 2010

I Encontro sobre Trânsito e Mobilidade Humana do RS

17 de agosto de 2010 Auditório do SEST/ SENAT – Porto Alegre, Av. José Aloísio Filho, 695 – Bairro Humaitá Porto Alegre/RS A Comissão de Psicologia do Trânsito e Mobilidade Humana do CRPRS convida a todos os profissionais e entidades ligadas ao trânsito no RS, a participarem da I Encontro sobre Trânsito e Mobilidade Humana do Rio Grande do Sul, que será realizado em 17 de agosto no auditório do SEST/SENAT (Av. José Aloísio Filho, 695 – Bairro Humaitá - Porto Alegre). A promoção é do CRPRS através de sua Comissão de Psicologia do Trânsito e Mobilidade Humana constituída pelas seguintes instituições e profissionais: psicólogos que atuam em CFCs, EPTC, DETRAN/RS, SEST/SENAT, Instituto Zero Acidente, Movimento Gaúcho pelo Trânsito Seguro - MGTS, Brigada Militar, Polícia Rodoviária Federal, SIPERGS, Fundação Thiago de M oraes Gonzaga e Ande Bem - Instituto de Psicologia do Trânsito. Programação: 8:30 h - Credenciamento - 9:00 h - Abertura - Presidente do DETRAN/RS – Sergio Filomena - Presidente do Conselho Regional de Psicologia do RS – Loiva Maria De Boni Santos - Presidente do CETRAN – Lierverson Perin - Superintendente da PRF – Jose Altair Gomes Benites - Comando Rodoviário – Tenente Coronel Edar Borges Machado - Presidente SEST/SENAT – Carlos Becker 09:30 – Mesa 1: Panorama atual do trânsito no RS A apresentação de estatística e dados sobre o trânsito no Estado - Coordenador: Psicóloga Clair Ana Mariuza - Polícia Rodoviária Federal – Representante - Polícia Rodoviária Estadual - Tenente Coronel Edar Borges Machado - DETRAN/RS – Rosane Crivella - Núcleo de Estudos e Pesquisa em Trânsito e Álcool da UFRGS – Psiquiatra Raquel De Boni 10h45 - Intervalo (café) 11h – Mesa 2: Cidadania: Consciência cidadã no trânsito. Ainda há solução? - Coordenador: Psicóloga Aurinez Rospide Schmitz Relato de experiência: - MOVIMENTO GAÚCHO PELO TRÂNSITO SEGURO - MGTS Janice A. Schlabrendorff – Psicóloga, Comitê Municipal de Trânsito de Portão, relato e experiência do voluntariado - Charlez Döebber, Coordenador da Guarda de Trânsito da Prefeitura de Cachoeirinha, educação para o trânsito - Fundação Thiago de Moraes Gonzaga - Diza Gonzaga , Presidente - Instituto Zero Acidente – Carlos Tatsch, Coordenador Geral - O psicólogo na promoção da saúde e prevenção de acidentes de trânsito Psicólogo Rogério de Oliveira Silva (MG) 12:45 - Intervalo (almoço) 14:00 – Mesa 3: Mobilidade - Para as pessoas ou para os Veículos? - Coordenador: Psicólogo Lucio Fernando Garcia - Urbanismo e trânsito - Arquiteto Ricardo Schiavon - Mídia e trânsito - Jornalista e Relações Públicas J. Pedro Corrêa (PR) 15:45 - intervalo (café) 16h – Mesa 4: Políticas Públicas: Ações para o Trânsito Apresentação dos programas institucionais de educação para o trânsito. - Coordenador : Psicóloga Maria Aparecida Morsch - DETRAN/RS – Lais Silveira - Chefe da Divisão de Educação para o Trânsito - DETRAN/RS – Sibele da Silva Batezini - Chefe da Divisão de Habilitação - EPTC – José Nilson Padilha - Coordenador da Assessoria de Educação para o Trânsito - Brigada Militar – Major Egon Marques Kvietinski. - Policia Rodoviária Federal – representante - FAMURS - Federação das Associações de Municípios do RS - Sérgio Perotto 17h30 - Encerramento e encaminhamentos Informações importantes: Inscrições: são gratuitas e podem ser feitas no local do evento a partir das 8:30h ou por e-mail eventotransito@crprs.org.br (deverá informar nome, cidade e instituição). Será fornecido certificado de participação. Local do evento: Auditório do SEST/SENAT – Av. José Aloísio Filho, 695 – Bairro Humaitá na cidade de Porto Alegre/RS Alimentação: Almoço na cantina do local – valor de Buffet R$ 7,00 e Buffet livre R$9,00 Transporte urbano: Linhas de ônibus e lotação - Zona Norte/Humaitá Linha: A.J.Renner / Humaitá B25 (Av. Assis Brasil – Terminal Triângulo) - Centro/Humaitá Linha: Navegantes Humaitá 704 (Terminal CPC – Camelódromo) Lotação Humaitá

Fonte: http://br.groups.yahoo.com/group/transitoeducado/message/3277 - Acesso em 11\08\2010

10 de ago de 2010

III Prêmio FENEAUTO de Educação no Trânsito

FEDERAÇÃO NACIONAL DAS AUTO E MOTOESCOLAS E CFCs DIRETORIA EXECUTIVA DE EDUCAÇÃO EDITAL DE CONCURSO III PRÊMIO FENEAUTO DE EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO O presidente da Federação Nacional das Auto e Motoescolas e Centros de Formação de Condutores – FENEAUTO, torna público para o conhecimento dos interessados a documentação exigida dos Centros de Formação de Condutores e seus profissionais que desejam participar deste concurso, nas condições e exigências estabelecidas neste Edital. REGULAMENTO DO III PRÊMIO FENEAUTO DE EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO CAPÍTULO I Do Prêmio Art. 1o A FENEAUTO promoverá o III Prêmio FENEAUTO de Educação no Trânsito com o objetivo de incentivar os proprietários, instrutores, diretores e demais profissionais dos Centros de Formação de Condutores do Brasil a realizarem projetos voltados à educação no trânsito. CAPÍTULO II Da Categoria Art. 2o O III Prêmio FENEAUTO de Educação no Trânsito será concedido em uma categoria a saber: I - Categoria Projeto de Educação no Trânsito: para Empresas Centros de Formação de Condutores e Auto e Motoescolas que promoveram algum estudo, evento ou projeto educativo de trânsito nos anos de 2009 ou 2010. §1o. Todos os trabalhos apresentados deverão adotar a concepção de trânsito como um direito de todos em consonância ao estabelecido pelo Código de Trânsito Brasileiro - CTB, Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997. Os trabalhos deverão privilegiar a adoção de valores, posturas e atitudes de cidadania, respeito, gentileza, cooperação, tolerância entre outros tão importantes ao trânsito seguro e harmônico.
§2o. Todos os participantes deverão estar devidamente cadastrados no órgão executivo de trânsito de seu Estado como Centro de Formação de Condutores, Auto e Motoescolas. CAPÍTULO III Dos Procedimentos Art. 3 o Os trabalhos serão recebidos pela FENEAUTO e encaminhados à Diretoria Executiva de Educação para triagem e avaliação das etapas do processo. Parágrafo único: Todos os trabalhos serão avaliados pela Diretoria de Educação da FENEAUTO para verificar se atendem aos §1o e §2 o do art. 2 o e serão separados para julgamento.
Art. 4 o A Comissão julgadora escolherá 2 (dois) trabalhos a nível nacional na categoria Projeto de Educação no Trânsito (para CFCs).
§1o. Todos os participantes receberão certificado de participação emitido pela FENEAUTO.
§2o. Fica vedada a participação dos presidentes dos Sindicatos Estaduais, bem como representantes da FENEAUTO, incluindo os CFCs por eles representados. CAPÍTULO III Da Premiação I - Categoria Projeto de Educação no Trânsito a) O Primeiro lugar será contemplado com um computador portátil, tipo Notebook. b) O Segundo lugar será contemplado com uma TV de LCD 17 polegadas.
Art. 5o Os prêmios serão entregues somente a um representante do Centro de Formação de Condutores ou Auto e Motoescola inscrita, portanto a co-autoria é de responsabilidade do(s) participante(s). Art. 6o O Sindicato estadual que alcançar o maior número de trabalhos enviados para este concurso, receberá um troféu de homenagem. CAPÍTULO IV Das Inscrições
Art. 7 o As inscrições para o III Prêmio FENEAUTO de Educação no Trânsito ocorrerão no período de 06 de agosto de 2010 até 30 de setembro de 2010.
§1o Serão considerados inscritos os trabalhos que sejam postados até o dia 30 de setembro de 2010 valendo como prova o carimbo de postagem.
§2o Os trabalhos deverão ser enviados à FENEAUTO, em envelope ou pacote fechado, com os dizeres: “III Prêmio FENEAUTO de Educação no Trânsito” para o seguinte endereço: Federação Nacional das Autoescolas Rua Dr. Mário Cardim, 266 – Vila Mariana São Paulo/SP CEP: 04019-000 Art. 8o Juntamente com o trabalho, o participante deverá enviar: I - Ficha de inscrição contida no anexo I deste edital devidamente preenchida.
II - Cópia do comprovante do alvará ou licença do exercício 2010 expedido pelo Departamento Estadual de Trânsito – DETRAN.
III – Esboço do projeto constante no anexo II devidamente preenchido.
§1o. Os trabalhos concorrentes elaborados por equipe deverão indicar, na ficha de inscrição, o nome do representante da equipe para fins de contato e premiação.
§2o. Em caso de inscrição de mais de um trabalho do mesmo concorrente, cada trabalho deverá ser enviado em envelope separado, com toda a documentação exigida neste regulamento.
§3 o. Todos os trabalhos encaminhados, inclusive os vencedores, não serão devolvidos aos seus respectivos autores/participantes, os quais, desde já, cedem à FENEAUTO, os direitos autorais patrimoniais de publicação, permitindo sua reprodução parcial e/ou integral. §4 o. Os trabalhos enviados deverão ser de autoria do participante. A veracidade da autoria é de responsabilidade do participante. CAPÍTULO V Da Comissão Julgadora
Art. 9 o Para o julgamento, a comissão julgadora será composta por no mínimo (3) três e no máximo (5) cinco membros sendo: técnicos e especialistas na área de Educação no Trânsito. Parágrafo único. A participação na comissão julgadora é de caráter honorífico, não ensejando qualquer forma ou espécie de remuneração. CAPÍTULO VI Do Julgamento
Art. 10o A avaliação dos trabalhos levará em consideração os seguintes quesitos: ü Adequação ao tema “Educação no Trânsito”; ü Clareza e objetividade; ü Criatividade e originalidade; ü Qualidade técnica; ü Organização do projeto.
Art. 11o Os participantes deverão ter como norte para apresentar o projeto, o esboço constante no anexo II deste edital.
Art. 12o O julgamento dos trabalhos será realizado pela Comissão julgadora no período de 01 de outubro de 2010 até o dia 10 de outubro de 2010. CAPÍTULO VII Das disposições Gerais Art.13o Os vencedores serão informados dos resultados por contatos telefônicos, e-mail ou fax.
Art.14o O simples envio dos trabalhos representará o reconhecimento e a aceitação das normas deste regulamento, significando também a autorização para sua publicação, uso e divulgação pela FENEAUTO, sem que isso implique qualquer tipo de remuneração ou compensação para seus autores. Parágrafo único. Todos os trabalhos inscritos poderão ser expostos, veiculados e reproduzidos em programas e eventos do interesse da FENEAUTO, sob qualquer forma, por meios de comunicação de todo o País, respeitado o conteúdo essencial do trabalho e garantido a citação da fonte e identificação do autor.
Art.15o A divulgação do concurso, a sua realização e a entrega dos prêmios, serão coordenadas pela Diretoria de Educação da FENEAUTO.
§1o. A divulgação do resultado ocorrerá entre os dias 20 a 30 de outubro de 2010 através do portal da FENEAUTO www.feneauto.org.br e para o e-mail dos participantes.
§2o. A entrega dos prêmios acontecerá em data a ser definida pela Diretoria da FENEAUTO e devidamente divulgada junto aos participantes e a toda categoria.
Art.16o Eventuais casos omissos neste regulamento serão analisados pela Comissão Julgadora, que dará parecer final sobre a questão, não cabendo recursos, a qualquer título, sobre sua decisão.
Art.17o Eventuais dúvidas relacionadas a este concurso e seu regulamento podem ser esclarecidas através do e-mail: educacao@feneauto.org.br São Paulo, 06 de agosto de 2010. Magnelson Carlos de Souza Roberta Torres Lima Presidente da FENEAUTO Diretora de Educação da FENEAUTO ANEXO I
FICHA DE INSCRIÇÃO Identificação do Centro de Formação de Condutores, Autoescola participante: Categoria: Projeto de Educação no Trânsito Nome do CFC:____________________________________________ Nome do representante:_____________________________________ Cargo do representante:_____________________________________ Identidade:___________________CPF:________________________
Número de registro do CFC no Detran:__________________________
Endereço do CFC:__________________________________________ No _____________, complemento:____________________________ Cidade:________________________Estado:____________________
E-mail:_________________________________________________ telefones: ( )_______________( )________________( )___________ Declaro para devidos fins que os dados acima representam a verdade, _________________________de_____________de 2010.
Assinatura ANEXO II Os projetos ou trabalhos deverão conter os seguintes tópicos: Justificativa Fundamentar a pertinência e relevância do Projeto como resposta a um problema ou necessidades identificadas de maneira objetiva. Para justificar o seu projeto, você deve explicar porque ele foi colocado em prática.
Objetivo(s) Geral(is) A partir da justificativa apresentada, definir com clareza o que se pretende alcançar com a realização do projeto. O objetivo geral pode ser um ou mais.
Objetivos específicos Detalham melhor o que você pretendeu alcançar com a realização do projeto. Os objetivos específicos podem ser mais de um, porém, seja sucinto(a).
Público alvo O público alvo são as pessoas que você atingiu diretamente com seu projeto. Pode ser um tipo de condutor específico como o taxista, ou o motoboy, ou crianças do ensino fundamental, etc.
Data da realização
Data que foi realizado o projeto.
Metodologia Explicar sucintamente, como o projeto ou trabalho foi desenvolvido, quais foram as ações executadas, quais foram os resultados obtidos e os mecanismos de avaliação. Detalhar as diferentes etapas do projeto ou trabalho.
Materiais complementares Apresentar fotos, vídeos e exemplares do material gráfico utilizado no projeto ou trabalho. Conclusão Apresentar os resultados. Quantas pessoas atendidas com o projeto, se os objetivos foram alcançados e se existe a possibilidade da continuidade do projeto. Fonte: http://robertatorresl.blogspot.com/2010/08/iii-premio-feneauto-de-educacao-no.html - Acesso em 10/08/2010

7 de ago de 2010

Agentes de Trânsito Realizam Encontro Nacional em Salvador.

No dia vinte e cinco (25) de Setembro de 2010, em Salvador, na Bahia, capital do estado, estarão reunidos agentes de trânsito de várias partes do país para o I ENCONTRO DE AGENTES DE TRÂNSITO NA BAHIA. Com local ainda a ser confirmado, o encontro discutirá os dois projetos de lei e o projeto de emenda a constituição que tramitam no congresso nacional e afetam diretamente esta categoria.
Foram convidados à participar do evento os deputados federais Armando Abilho - autor da PEC 495/2010 (piso salarial único para Agetrans), Daniel Almeida - autor do PL 7410/2010 - INCLUSÃO PRONASCI e do deputado Tadeu Filipelli - autor do PL 3624/08 - porte de arma para AGETRANS. A direção do SINDATRAN/BAHIA espera contar com a presença de todos os agentes da bahia e já recebeu a confirmação da presença de agentes da Paraíba, do Rio Grande do Sul, de Minas Gerais, e de outros estados da federação preocupados com os crescentes índices de violência contra estes profissionais. "A cada dia recebemos e encaminhamos diversas denúncias de violência contra agentes de trânsito, pelo simples fato de, como qualquer outro profissional, executar seu trabalho, fiscalizar. O brasileiro é acostumado a desrespeitar leis, e sempre dar um 'jeitinho', quando não consegue parte pra ignorância e agressão. Em Ilhéus, cidade onde trabalho, por fazer cumprir a lei, fui ameaçado de demissão, de responder a processo administrativo e tive meus equipamentos de trabalho retirados temporariamente, tudo porque, no exercício de minha profissão fiz cumprir a lei, notifiquei um caminhão da prefeitura, detalhe, da secretaria que fiscaliza trânsito, carregado de garis na carroceria, em meio ao lixo. Desde o primeiro momento não me intimidei, tomei todas as medidas que o caso requer, denunciei ao ministério público, a delegacia do trabalho e inclusive a mídia e ao final de uma semana voltaram atrás, fiz o que achei certo e acredito que cada um de nós, agentes de trânsito, devemos fazer o mesmo para evitar que o assédio moral tome conta de tal forma que no futuro sejamos obrigados a prevaricar para não sermos demitidos, se este dia chegar, então perdeu-se o sentido de nossa existência, pois somente existe fiscalização de transito para garantir o que diz o artigo 1º da lei 9.503 código de trânsito brasileiro, em seu parágrafo 5º que diz: Os órgãos do sistema nacional de trânsito dará prioridade em suas ações à defesa da vida, nela incluída a preservação da saúde e do meio ambiente (grifos nossos). relata Valério Bomfim, presidente do sindicato da categoria no estado". O sindicato informa que as inscrições custam uma taxa simbólica de R$ 10,00 e só serão aceitas até o dia 16 de agosto (uma segunda feira), para que possamos ter tempo de arrumar tudo. e possamos receber a todos com maior qualidade comodidade e tranquilidade, pedimos a todos que enviem suas inscrições para o e-mail: sindattran@hotmail.com e ou valerioilheus@hotmail.com , para que possamos saber quantos seremos e possamos nos preparar para recebê-los e ter a disposição toda a estrutura necessária ( alimentação, cofee break's etc). Aqueles que precisarem de estadia na capital, favor informar, para que possamos providenciar. Aqueles que não enviarem suas fichas de inscrição não deixarão de participar, mas, naturalmente não poderemos garantir a estrutura necessária (estadia, material do evento, alimentação, café da manhã etc.), portanto, enviem sua mensagem pedindo sua ficha de inscrição e divulgue ao máximo de pessoas que puder, peça a todos que repassem para seus contatos - agentes de trânsito - dos vários municípios da Bahia e do Brasil, pois o evento será aberto a TODOS os AGENTES do BRASIL, apesar de ser realizado na BAHIA. O modelo de ficha e o número da conta para depósito será também disponibilizado no blog do trânsito (http://noticiasemtransito.blogspot.com/). A ficha deverá conter no mínimo: Nome, Endereço, telefone, E-mail, Entidade que participa, se é municipal e ou estadual, órgão a que está lotado, função que exerce, página na internet do órgão e do sindicato e ou associação, outros dados que julgar necessários para mantermos contato. Maiores informações com Valério Bomfim 73-8801-4661/ 73-9142-5062 Fonte: http://noticiasemtransito.blogspot.com/2010/08/agentes-de-transito-realizam-encontro.html - acesso em 07/08/2010

DETRAN investe cada vez mais em educação no trânsito

O Departamento Estadual de Trânsito de Rondônia (DETRAN-RO) através da sua Coordenadoria de Educação de Trânsito (CET) e da Divisão de Policiamento e Fiscalização de Trânsito (DPFT) tem investido cada vez mais em educação de trânsito visando mudar o modo com que circulam os condutores de veículos e pedestres. O DETRAN está fazendo um remodelamento das suas ações, fazendo com que a maior parte de suas ações sejam voltadas para a parte educacional da população. Baseado no artigo 74 do Código de Trânsito Brasileiro que diz “A educação para o trânsito é direito de todos e constitui dever prioritário para os componentes do Sistema Nacional de Trânsito” o órgão vem buscando mudar o pensamento da sociedade para que se tome conhecimento da importância do trânsito seguro para todos. Manoel Carlos, coordenador de educação de trânsito, ressalta que “o maior problema dos condutores de Rondônia é que eles conhecem as regras, mas não obedecem. Temos como exemplo disso um número de acidentes que acontecem principalmente em ruas sinalizadas.” Para Elenilton Eler, diretor geral do DETRAN, “a autarquia tem projetos educacionais para todos os públicos das mais diversas faixas etárias, mas acima de tudo, o condutor deve assumir uma postura diferente no trânsito, porém quando for necessária uma medida mais enérgica, nossos agentes de trânsito que estarão nas ruas acompanhando as ações educativas, tomarão as devidas providências”. Fonte: http://rondoniadigital.com/geral/detran-investe-cada-vez-mais-em-educacao-no-transito/ - acesso em 07/08/2010
Tenho acompanhado alguns dos trabalhos de educação para o trânsito, realizados pelo DETRAN de Rondônia, percebo que os projetos visam principalmente a qualidade das ações para que os resultados sejam realmente positivos, para que haja segurança no trânsito da região. Parabéns! O caminho é esse! Sucesso!
Irene Rios

Ciclo de debates no Cesumar discute democracia e educação

O I Ciclo de Debates: Democracia e Educação do Cesumar terá como primeiro tema o trânsito de Maringá. A iniciativa tem o objetivo de envolver a sociedade na discussão de problemas para buscar reflexão e propostas para resolvê-los. O primeiro debate acontece no dia 24 de agosto, com as presenças confirmadas do especialista em trânsito Luís Riogi Miura (ex-diretor de trânsito da prefeitura), do secretário de transportes do município, Walter Guerles e do comandante da
Polícia Rodoviária Estadual de Maringá, capitão Ademar Paschoal. O debate será conduzido por dois mediadores e a plateia poderá fazer perguntas e dar sugestões. Além disso, as pessoas poderão acompanhar o evento ao vivo pela Rádio Universitária Cesumar , seja na internet ou rádio, e ainda enviar perguntas pelo twitter da rádio ou e-mail. O cicleo de debates é promovido pelo Centro de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas do Cesumar. Nestas ocasiões, serão convidados a debater o assunto líderes locais, representantes de entidades, professores, estudantes e a população em geral. As pessoas poderão se inscrever gratuitamente pelo site do Cesumar (http://www.cesumar.br/). A ficha de inscrição será disponibilizada no início da próxima semana. Fonte: http://www.odiario.com/maringa/noticia/326770/ciclo-de-debates-no-cesumar-discute-democracia-e-educacao.html - acesso em 06/08/2010

5 de ago de 2010

Palestras de Educação para o Trânsito


Solicite Orçamento!  

1. Educação para o Trânsito: O que temos com isso?  

Objetivo: Esclarecer aos participantes as conseqüências e as causas da violência no trânsito, alertando-os sobre a responsabilidade de cada um na prevenção dessa violência.  

Carga horária: 2 horas  

Público alvo: Professores, pais, agentes e gestores de trânsito, motoristas e demais interessados.  

Conteúdos abordados
- Comentário sobre estatísticas relacionadas à frota e à violência no trânsito;
- Conseqüências da violência viária;
- Causas da violência no trânsito;  
- Prevenção da violência viária.
 
2. Educação para o Trânsito baseada em valores
 
Objetivo: Conscientizar os participantes sobre a importância da prática de valores positivos para a segurança no trânsito.  

Carga horária: 2 horas

Público alvo: Professores, pais, agentes e gestores de trânsito, motoristas e demais interessados.  

Conteúdos abordados
- Equilíbrio emocional e trânsito 
- Respeito e trânsito;
- Responsabilidade e trânsito;
- Cooperação e trânsito;
- Solidariedade e trânsito;
- Honestidade e trânsito;
- Autonomia e trânsito;
- Vida e trânsito.  

3. Educação para o Trânsito nas Escolas
 
Objetivo: Proporcionar ferramentas aos educadores a fim de sensibilizá-los sobre a necessidade e a possibilidade de adoção de medidas preventivas, junto aos alunos, de maneira sistemática e transversal, principalmente no tocante à mudança de atitude, e com isso, contribuir para a segurança e paz no trânsito.  

Carga horária: 2 horas  

Público alvo: Professores, diretores, coordenadores da rede de ensino, agentes, gestores de trânsito e demais interessados.
 
Conteúdos abordados  
- Aprendizagem e motivação;  
- Educando crianças para o trânsito;
- Educando adolescentes para o trânsito;  
- O trânsito como tema transversal nas escolas.
 
4. Campanhas Educativas para o Trânsito  

Objetivo: Orientar sobre o planejamento, desenvolvimento, aplicação e avaliação de campanhas educativas para o trânsito.
 
Carga horária: 2 horas
 
Público alvo: Professores, diretores, coordenadores da rede de ensino, agentes, gestores de trânsito e demais interessados.

Conteúdos abordados  
- Comunicação e expressão e trânsito;
- Formatos de campanhas educativas para o trânsito;
- Planejamento de campanhas educativas para o trânsito;
- Desenvolvimento, aplicação e avaliação de campanha educativa para o trânsito.
 
5. Cinto de Segurança e Cadeirinha

Objetivo: Orientar sobre a finalidade e importância do uso do cinto de segurança e da cadeirinha pelos ocupantes dos veículos, incentivando seu uso correto.  

Carga horária: 2 horas  

Público alvo: Professores, pais, agentes e gestores de trânsito, motoristas e demais interessados.  

Conteúdos abordados
- Benefícios do uso do cinto de segurança por todos os ocupantes do veículo;  
- Finalidade e importância do uso do bebê conforto, da cadeirinha e do assento de elevação; - Uso correto dos equipamentos de segurança nos veículos;
- Reflexões sobre os responsáveis pelo uso dos equipamentos de segurança nos veículos.  

Referências  

- Eletronorte Eletrobrás - Macapá - AP -
Secretaria de Educação de Águas de Lindóia - SP 
- CETRAN de Santa Catarina
- DETRAN de Rondônia  
- Secretaria de segurança de são José – SC  
- CEAT – Centro de Ensino Avançado e Treinamento - SP
- Departamento Municipal de Trânsito de Ijuí – RS  
- Departamento Municipal de Trânsito de Palhoça – SC
- DETRAN da Bahia  
- Departamento Municipal de Trânsito de Joaçaba - SC  
- Departamento Municipal de Trânsito de Santa Rosa – RS
- Departamento de Polícia Rodoviária Federal - SC
- Universidade do Vale de Itajaí - SC 
- Secretaria Municipal de Educação de São Pedro de Alcântara - SC  

Palestrante
Irene Rios, especialista em Ambiente, Gestão e Segurança de Trânsito e em Metodologia de Ensino; Autora de artigos e livros sobre Educação para o Trânsito.
Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/0363235000015600
 
Empresa EDUTRANEC – Educação para o Trânsito e Eventos Culturais Ltda. Me. CNPJ: 11.112.468/0001-94 Endereço: Rua João Stahelin Número: 2359 Cep: 88.125-000 Bairro: Boa Parada Município: São Pedro de Alcântara UF: SC Fone: (48) 3246-8038 – 9944-9448 E-mail: edutranec@gmail.com

2 de ago de 2010

Agenda do Motorista - 2011



Formato
Capa Dura, com furação e colocação de wire-o prata

Miolo: 212 págs, 14x21cm, 1 cor Tinta Preta em Off-set Comercial 75g. CTP.
Divisórias: 24 págs, 14x21cm, 2 cores (preto e vermelho) em Couche Brilho Imp. Comercial 90g. CTP.

Em cada página, dicas relacionadas à segurança no trânsito, aos cuidados com o veículo e à prática de valores positivos.
No início de cada mês, relação de atitudes no trânsito, que podem resultar em penalidades, ou seja, em prejuízo econômico, pessoal, social ou moral. Essas orientações estão ilustradas com paródias educativas.
Ao final, estão inseridas tabelas que servirão para controle e manutenção do veículo.  

A partir de 200 unidades, a impressão das quatro páginas iniciais pode ser personalizada com dados da empresa ou da instituição.

A partir de 1000 unidades, as impressões das quatro páginas iniciais e da capa podem ser personalizadas com dados da empresa ou da instituição.

Solicite orçamento!  

E-mail ilhamagica@ilhamagica.com.br  

Faça um contrato e imprima o Manual para Motorista com agenda – 2011  
Valor dos direitos autorais  

500 exemplares: R$ 1.200,00  

1.000 exemplares: R$ 1.800,00  

2.000 exemplares: R$ 2.470,00  

5.000 exemplares: R$ 3.700,00

Ofereço a editoração da capa comum e do miolo, contendo 228 páginas.

As personalizações de capa e de páginas iniciais com inserção de logo e textos da empresa ou instituição devem ser inseridos pela contratante.

Contato: irene@ilhamagica.com.br - (48) 9944-9448

1 de ago de 2010

Pai, Educando para o Trânsito!

Carta ao Pai

Pai você é meu herói! Sempre cuidando de mim com muito carinho. Nunca me deixou faltar nada, principalmente amor e dedicação.

Está sempre zelando pela minha saúde e pela minha felicidade. Me incentivando a ingerir alimentos saudáveis, me ajudando nos estudos. Adoro esses seus cuidados, pai, principalmente seu zelo pela minha segurança no trânsito.

Hoje sou adolescente, mas lembro que, quando era criança, você só permitia que viajasse no automóvel na cadeirinha, nunca deixou que sentasse na frente antes dos dez anos. Exige que eu use sempre o cinto de segurança.

Nos primeiros dias de aula, me acompanhou até a escola, para que eu memorizasse o trajeto mais seguro, lembro que segurava sua mão ao atravessar as ruas.

Mais tarde, quando fui estudar em uma escola mais distante, antes de contratar o transporte escolar, buscou referências sobre a prestação do serviço, verificou também as condições do veículo e da documentação pessoal do motorista.

Quando me presenteou com uma bicicleta, foi um dia muita feliz. Ela veio acompanhada com vários equipamentos de segurança. Você sempre me orientou a pedalar nos lugares mais seguros, tomando todos os cuidados.

Agradeço, pai, por tudo isso, principalmente pelo seu exemplo, que reforça toda a educação que tem me proporcionado. Dizem que estou ficando com o teu jeito. Faz sentido, em tudo que faço me espelho em você...

Agradeço por dirigir sóbrio, com prudência, sempre respeitando o próximo.

Você é o melhor!

Esta é minha homenagem aos Pais.
Irene Rios

Audiência do blog em julho de 2010

Foram 2.272 visitas, oriundas de 189 cidades.