Cadastre seu e-mail para receber as atualizações deste blog.

incluir retirar

25 de abr de 2010

O Agir Ético na Vida e no Trânsito

Estava pensando nestes últimos dias sobre o significado de: “agir com ética”. Afinal, o que é agir de forma ética no mundo e na sociedade que vivemos atualmente? Bem... Justifico que tenho pensado muito em ética nos últimos dias, pois tenho me deparado com muitas situações onde a ética não se faz presente, principalmente no espaço público e compartilhado do trânsito. Com toda certeza, posso afirmar que a definição mais simples que encontrei para agir com ética, é a seguinte: ser ético ou agir de forma ética é fazer o que é correto, mesmo que não tenha ninguém olhando.

Por que então, muitas vezes, nós mesmos, só agimos eticamente quando somos observados ou fiscalizados? Por que na maioria das vezes, ainda temos o pensamento egoísta de agirmos sempre em beneficio próprio? Quem de nós, ao passar no caixa do supermercado e verificar que o atendente deixou de registrar um produto avisa ao mesmo para que ele faça a devida cobrança? Ou será que ficamos satisfeitos em percebermos que estamos levando pra casa um produto que adquirimos sem seu devido pagamento? Será que saímos felizes do supermercado roubando um produto? - Óóóhhh! Mas eu não roubei, nem furtei! Apenas o atendente é que não cobrou o produto. Mais uma vez nos deparamos com o famoso jeitinho brasileiro, onde a lei de Gerson impera.

E as nossas atitudes no trânsito? Será que são muito diferentes desta citada no caso do supermercado? Com absoluta certeza não. São muito semelhantes. Será que cedemos nossa vez ao outro? Será que temos paciência e lembramos que o motorista do ônibus tem horário a cumprir e que leva várias pessoas dentro de um único veículo? É óbvio que isto não exime o condutor do ônibus, de desrespeitar as regras e leis pertinentes ao trânsito, nem o exime de agir de forma ética, responsável e com bom senso.

Porque agimos eticamente somente quando nos convém? Está mais do que na hora de pensarmos no bem coletivo. Precisamos quebrar o paradigma e o padrão cultural (equivocado) que há décadas permeia nossas ações e de que temos que levar vantagem em tudo e que “venha a nós o vosso reino.” É necessário e urgente que comecemos a pensar sobre nossos atos e nossas atitudes no dia a dia. O trânsito apenas reflete nosso comportamento “deseducado” no cotidiano. PENSE NISSO!  

Autora: Karine Winter  

Fonte: http://transitandopalavras.blogspot.com/2010/04/o-agir-etico-na-vida-e-no-transito.html (acessado em 25/04/2010)

Nenhum comentário:

Postar um comentário