Cadastre seu e-mail para receber as atualizações deste blog.

incluir retirar

25 de mar de 2010

Consultoria em Educação para o Trânsito

Educação Continuada para o Trânsito  

JUSTIFICATIVA: 
 
Corremos risco de morte por falta de conhecimento em Língua Portuguesa, matemática, história, geografia ou outras disciplinas do currículo?

Por falta do conhecimento e da prática das regras de segurança e das boas condutas no trânsito, inúmeras pessoas estão perdendo a vida ou ficando gravemente feridas, diariamente.  
A Escola não pode calar-se frente à calamidade do trânsito. 

É necessário que os educadores reflitam sobre a importância da Educação para o Trânsito já na infância, inserindo-a em seu projeto educativo. Para isso o professor não precisa parar sua aula, é possível trabalhar o tema trânsito de maneira transversal.

Nos documentos dos Parâmetros Curriculares Nacionais o trânsito não aparece como tema transversal, porém pode ser inserido como tema local, tendo fortes ligações com os temas transversais: saúde, meio-ambiente e ética.

A maior parte da violência no trânsito tem acontecido não por falta de conhecimento das leis e da sinalização, mas sim por falta de ética. É imprescindível a construção e o resgate de valores. Quando construímos valores nas crianças, quando resgatamos valores nos jovens, estamos educando para a vida e para o trânsito. Os valores construídos na infância serão usados também na vida adulta em qualquer situação, inclusive no trânsito.

Conforme as Diretrizes Nacionais da Educação para o Trânsito (portaria 147/2009 do Denatran), a educação para o trânsito deve ser baseada em valores e permanente. É importante, no entanto, despertar o interesse dos alunos para os conteúdos, usando a linguagem e os recursos educativos adequados, provocando a reflexão, a aprendizagem e a construção de atitudes corretas na vida e consequentemente no trânsito.

O professor é o agente principal nesse processo, é o formador de opinião e o transformador de atitude.

OBJETIVO 

Proporcionar ferramentas aos professores a fim de sensibilizá-los sobre a necessidade e possibilidade de adoção de medidas preventivas, junto aos alunos, principalmente no tocante à mudança de atitude, e com isso, contribuir para a segurança e paz no trânsito.

Objetivos Específicos 

- Demonstrar o valor da formação de equipes de professores para treinamento e propagação de atitudes corretas no trânsito; 

- Reconhecer que a ética e a cidadania devem nortear qualquer ação educativa de trânsito; - Proporcionar a reflexão sobre a importância de um trabalho contínuo de educação para o trânsito nas escolas e fornecer ferramentas que facilitem está tarefa. 

- Promover a oportunidade dos professores do ensino fundamental exercitar a transversalidade com o tema trânsito, pelo menos uma vez por semana. 

- Difundir os temas e conteúdos específicos da Educação para o Trânsito nas disciplinas da grade curricular das escolas. 

- Estimular a criação e aplicação de atividades, usando diversos recursos educativos, envolvendo a Educação para o Trânsito. 

- Capacitar professores para a metodologia adotada, através de palestras e orientações individuais, tornando-os multiplicadores. 

- Distribuir material educativo de trânsito, adequando à idade dos alunos. 

- Envolver professores, alunos, familiares e outras pessoas da comunidade no levantamento de suas necessidades e na resolução de seus problemas; 

- Acompanhar, avaliar e orientar quinzenalmente o trabalho dos professores com o tema trânsito.  

Público Alvo: Professores do Ensino Fundamental. 
 
Período de Aplicação: 8 meses. 

PLANO DE AÇÕES  

1. Capacitação de Professores 
Métodos e técnicas de educação para o trânsito nas escolas  

Conteúdos

- Conseqüências e causas da violência no trânsito; 

- Prevenção da violência no trânsito; 

- Educação de crianças e adolescentes para o trânsito. 

- Aplicação das diretrizes Nacionais da Educação para o Trânsito (portaria 147 do Denatran) - Educação para o Trânsito baseada em valores; 

- O trânsito como tema transversal nas escolas; 

- Educação para o trânsito baseada em valoes.
 

Palestra, oficina, seminário ou curso. 
   
Carga horária: 02 a 20 horas/aula  

2. Encontros quinzenais com os professores que irão participar do projeto. 

  · Usar os horários em que os alunos estejam em aula de educação física ou artes para esses encontros. 

· Planejar com os professores as disciplinas e os conteúdos que serão trabalhados junto com o tema trânsito. 

. Disponibilizar aos alunos materiais didáticos, conforme sugestão e seleção no item “3”.

· Oferecer aos professores planos de aula e sugestões de atividades relacionadas aos materiais didáticos selecionados no item “3”. 

· Desenvolver junto com os educadores, atividades transversais de trânsito, envolvendo diversos conteúdos curriculares, usando diversos recursos educativos; 

· Acompanhar, orientar e avaliar o trabalho de Educação para o Trânsito, desenvolvido pelos professores.  

3. Materiais didáticos sugeridos:  

1º e 2º ano do Ensino Fundamental  
TRANSITANDO COM SEGURANÇA PARA COLORIR: livro com 04 narrativas ilustradas com imagens para colorir.  

3º e 4º ano do ensino Fundamental 
TRANSITANDO COM SEGURANÇA: livro com 04 narrativas e letras de 15 paródias educativas. Acompanha CD com a gravação das paródias para os professores.  

5º ano do Ensino Fundamental  
QUEM? EU? EU NÃO! E outras crônicas de trânsito: Livro com 26 crônicas.  

6º ao 9º ano do Ensino fundamental
Gincana de Trânsito Tarefas, envolvendo atividades culturais, relacionadas ao trânsito e à prática de valores positivos. 
 
Irene Rios da Silva  
Consultora: Especialista em Meio Ambiente, Gestão e Segurança de Trânsito e em Metodologia de Ensino; Escritora, palestrante e Consultora na área de Educação para o Trânsito; Professora universitária de Educação para o Trânsito e de Campanhas Educativas de Trânsito; Consultora de Educação para o Trânsito no município de São José – SC; Coordenadora do projeto “Educação Continuada de Trânsito”, no município de Palhoça - SC; Com 23 anos de experiência em educação, sendo sete em Educação para o Trânsito; Autora dos livros: ”TRANSITANDO COM SEGURANÇA: Educação para o Trânsito”; “QUEM? EU? EU NÃO! E outras crônicas de trânsito e "MANUAL PARA MOTORISTA com agenda".  

Currículo Lattes:
http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.jsp?id=K4798028U4  

EDUTRANEC – Educação para o Trânsito e Eventos Culturais Treinamentos e materiais de Educação para o Trânsito Treinamentos: palestras, cursos, oficinas... Materiais didáticos: livros, apostilas personalizadas, folder, panfletos... Eventos: concursos, seminários, feiras... 
 
Detalhes dos projetos em: Educando para o Trânsito em 2010.  

Fone: (48) 3246-8038 (48) 9944-9448

6 comentários:

  1. Seu blog é muito bom e ajuda muitas pessoas... Sei que muitos pensam como eu e voce sabe. Mas estou deixando este comentario pq sei que é um pequeno incentivo para que voce continue a postar e ajudar mts pessoas, concientizando-as

    ResponderExcluir
  2. Agradeço o comentário e o incentivo.

    ResponderExcluir
  3. Gilmara Branquinho26 de abril de 2010 15:36

    Acho maravilhoso que outras pessoas como eu, também demonstrem essa preocupação com o nosso trânsito, com as nossas crianças, enfim, com os cidadãos brasileiros.
    Sou Gilmara Pereira Branquinho, agente de trânsito,Educadora e instrutora de CFC aqui em João Pessoa-PB.
    Parabéns pelo seu trabalho e pretendo participar desse desafio junto com vocês...

    ResponderExcluir
  4. adorei essa parodia nota 10000000000000 para vcs!

    ResponderExcluir
  5. PARABÉNS PELO SEU TRABALHO.
    PENSO QUE PODERIA SER IMPLANTADO TRÂNSITO COMO MATÉRIA,COM CONTEÚDOS RELACIONADOS A CADA IDADE,E NÃO COMO TEMA TRANSVERSAL.
    WOF_1000@HOTMAIL.COM.

    ResponderExcluir
  6. A Associação de motociclistas Portuários do Asfalto Carapebus RJ,entidade privada sem fins lucrativos,vem por meio deste buscar parceria com o setor privado para implantação de nosso projeto de conscientização e de educação de crianças e adolescentes para o transito.
    Precisamos de materiais para peças teatrais,além de vídeos,gráficos e conteúdos a serem usados em palestras.A Associação recém criada e registradas no CNPJ é constituída por profissionais de transito,tais como: Motoristas carreteiros, operadores de Guindastes,técnicos de segurança e etc... Nossa maior dificuldade é ter como única fonte de renda a pequena contribuição de seus poucos integrantes.
    Diante da grandeza do projeto, esperamos poder contar com vossa ajuda para reduzir as estatísticas alarmantes de acidentes de transito.

    Sebastião Ferreira da Silva - Presidente do Portuários do Asfalto Moto Grupo.

    Sem mais.

    ResponderExcluir