Cadastre seu e-mail para receber as atualizações deste blog.

incluir retirar

27 de ago de 2009

Colégio da PM é pioneiro no ensino da disciplina Educação no Trânsito

27 de Agosto de 2009
Instituição funciona em Mangabeira e é referência em sua atividade educacional na Paraíba e no Brasil A Polícia Militar da Paraíba (PM-PB) dispõe em seu sistema de ensino do Colégio da Polícia Militar (CPM), denominado Fernando Moura Cunha Lima, e que é administrado pelo Centro de Educação daquela instituição, e funciona no Bairro de Mangabeira, em João Pessoa. A tarefa de ensinar é realizada em edificações específicas. O Colégio foi integrado à PM pelo Decreto nº. 16.094, de 7de fevereiro de 1994, e é referência no ensino público do Estado e no País, com o projeto pioneiro de ministrar a disciplina Educação no Trânsito a alunos do 2º ano do Ensino Médio, a partir de um convênio com o Departamento Estadual de Trânsito da Paraíba (Detran-PB) e de acordo com a legislação do Conselho Nacional de Trânsito (Conatran). As aulas acontecem às quintas-feiras e são ministradas pelo major PM Sobreira, idealizador do projeto pioneiro e oficial habilitado e autorizado pelo Detran-PB. Todos os alunos têm um exemplar do Código de Trânsito Brasileiro, para consultas diárias. Na fase adulta, quando os jovens se dirigem ao Detran como candidatos à Carteira Nacional de Habilitação (CNH), eles estão dispensados das aulas teóricas de Educação no Trânsito, sendo necessário apenas a parte prática. Multiplicadores – Antes mesmo de se tornarem habilitados a conduzir veículos automotores, os alunos do Colégio Militar são agentes multiplicadores de lições de direção defensiva, primeiros socorros e outros temas relacionados ao trânsito. Eles orientam até seus pais no dia-a-dia, para não cometerem alguma infração nem colocar em risco suas vidas e das demais pessoas. A aluna do 2º ano do ensino médio, Maria Luiza Farias Diniz, 16 anos, reside no Mangabeira VI, é aluna do Colégio Militar há quatro anos e revela que conhecer logo cedo a legislação de trânsito é de fundamental importância para sua formação e de seus colegas. Estrutura – De acordo com o atual gestor escolar, o capitão PM Adielson Pereira de Araújo, o Colégio da Polícia Militar ocupa uma área de 1.763,40 metros quadrados do Centro de Educação da PM, no bairro de Mangabeira, com 18 salas de aula, laboratórios de informática, multimeios e de ciências, biblioteca, ginásio poliesportivo e praça. Tem ainda capacidade para atender 1.381 alunos dos níveis de Ensino Fundamental e Médio. 60% das vagas do colégio são destinadas aos filhos dos policiais e 40% aos filhos de civis, preferencialmente moradores da comunidade de Mangabeira. O corpo docente é formado por professores civis e militares, com cerca de 90 profissionais. A direção – O CPM funciona nos dois turnos, manhã e tarde. Na direção da escola hoje atuam o capitão QOC Adielson Pereira de Araújo (gestor escolar), o capitão José de Arimatéia Rodrigues de Oliveira (adjunto) e o capitão Marcos Barbosa Vieira (comandante do corpo de alunos), mais outros cinco oficiais e 86 profissionais da área educacional, entre militares, coordenadores pedagógicos e disciplinares, orientadores educacionais, professores e funcionários. O corpo docente é composto por 72% de militares e 28% de civis. O corpo discente conta atualmente com 1.381 alunos matriculados. Missão – O capitão PM Adielson afirmou que a gestão escolar do Colégio Militar procura embasar suas ações na missão de propiciar uma educação básica de qualidade e “desenvolver a consciência das responsabilidades para o exercício pleno da cidadania, dentro da visão de ser uma subunidade educativa de excelência no âmbito do Centro de Educação da Polícia Militar e da Secretaria de Educação e Cultura do Estado, através do cultivo dos valores institucionais de compromisso com a educação, com a instituição, dignidade da pessoa humana, ética cidadã, inovação, respeito aos saberes dos educandos, respeito às diferenças, solidariedade, transparência dos atos administrativos e trabalho em equipe”. O gestor escolar almeja que um dia a legislação de trânsito seja uma realidade no ensino público e privado de todo o País. No Colégio Militar os alunos do ensino fundamental desde cedo “recebem noções de educação no trânsito, na condição de futuros cidadãos e cidadãs condutores de veículos”. Secom Fonte:

Nenhum comentário:

Postar um comentário