Cadastre seu e-mail para receber nossas mensagens.

incluir retirar

23/07/2009

Educação de trânsito apresenta teatro para crianças do Ensino Infantil

Assessoria Detran/AC
23-Jul-2009
Estudantes aprendem desde cedo as regras importantes do trânsito, tanto para pedestres como para motoristas Equipe do projeto Educação no Trânsito após a apresentação com as crianças (Foto: Assessoria Detran) Os alunos da Escola de Ensino Infantil Bem-te-vi receberam nesta semana a equipe de Educação de Trânsito. O objetivo da equipe do Detran é orientar como os alunos devem se comportar de maneira segura no trânsito. Inicialmente, os educadores de trânsito ministram uma palestra enfatizando atitudes simples que as crianças devem atentar no caminho à escola, como por exemplo, segurar firme na mão de uma pessoa responsável e olhar para os dois lados antes de atravessar a rua. Em seguida, a equipe apresentou a peça teatral "Brincadeira de Criança", desenvolvida pelos próprios educadores de trânsito, cujo objetivo principal é alertar os pequenos para os perigos das brincadeiras nas ruas. A peça mostra de maneira clara e bem humorada a teimosia de "Lulu" e "Pedrinho" que pedem a mãe para brincar na rua. Não se conformando com o pedido negado, aproveitam a distração da mãe para jogar bola e soltar pipa na rua. De repente, aparece um motociclista em alta velocidade e acontece o acidente. A educadora de trânsito, Francisca Mesquita, que interpreta o personagem de "Pedrinho", disse que a preocupação da equipe foi mostrar situações vivenciadas no caminho da escola. "Acredito que cumprimos nosso objetivo. O mais gratificante é quando as crianças nos procuram no final da apresentação para contar casos que já aconteceram com elas. Isso mostra que elas entenderam a mensagem e vão ficar mais alertas", ressalta a educadora. A diretora da Escola Bem-te-vi, Paola Cordeiro, disse que a escola desenvolveu um projeto para trabalhar a temática do trânsito com os alunos. "O teatrinho é importante porque as crianças aprendem sobre trânsito de forma lúdica", acrescenta a diretora. Fonte:

Nenhum comentário:

Postar um comentário