Cadastre seu e-mail para receber as atualizações deste blog.

incluir retirar

31 de jul de 2009

Comercial de carros terá alertas educativos

IGUAL A CIGARRO
Anúncios publicitários terão mensagens de orientação a motoristasA partir de agora, peças de publicidade sobre produtos oriundos da indústria automobilística – veículo ou peça – em rádio, TV, jornais, revistas e outdoors deverão incluir, obrigatoriamente, uma mensagem educativa de trânsito. Éo que determina a Lei Federal 12.006, publicada ontem no Diário Oficial da União, em complemento ao Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Desse modo, anúncios de pneus ou de um novo tipo de carro, por exemplo, deverão conter alguma frase similar a “se beber não dirija” e “não dirija e fale ao celular ao mesmo tempo”, entre outras. Vai depender agora da criatividade dos publicitários. Esse tipo de propaganda paralela já é veiculada em peças publicitárias de bebidas alcoólicas e também de cigarros, com frases como “beba com moderação” ou “fumar é prejudicial à saúde”. O exemplo para o Brasil vem de longe. Para alertar os motoristas sobre os perigos de dirigir sem atenção quando está chovendo, um outdoor localizado à beira de estrada na cidade de Papakua, Nova Zelândia, faz o rosto de um garoto “sangrar” quando em contato com água e mostra o possível resultado de uma condução irresponsável. – A lei funcionará no Brasil como já ocorre no cigarro e na bebida alcoólica lentamente, mas funcionará. Vários países já limitaram propaganda sobre velocidade e exigiram que se destacasse a segurança dos veículos na publicidade – afirma o médico brasileiro e coordenador do Departamento de Trauma da Organização Mundial da Saúde (OMS) em Genebra (Suíça), Marcos Musafir. O diretor científico da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet), José Montal, diz que a publicidade da indústria automobilística na Europa há tempos deixa aspectos de segurança mais evidentes do que a própria estrutura do carro. Outdoors de estradas também terão mensagens Além da campanha educacional de trânsito conjunta, com propagandas da indústria da cadeia automotiva, a nova lei também determina que as publicidades constantes em outdoors instalados nas beiras das rodovias, sejam elas de qualquer tipo de produto, incluindo anunciantes institucionais (das empresas concessionárias) e até eleitorais, também contenham informações sobre educação no trânsito. As penas para quem descumprir as novas normas vão desde advertência por escrito, no primeiro flagrante, e suspensão da divulgação de propaganda do produto por 60 dias, até multa de 1 mil a 5 mil vezes o valor da Unidade Fiscal de Referência (Ufir) em casos de reincidência. Fonte:
Comentário:
Que boa notícia! A influência das mídia no comportamento das pessoas é muito forte. Até então, essa influência, muitas vezes, vinha sendo negativa. Porém, com essa lei a perspectiva de conseguirmos educar para o trânsito aumentou bastante. Outro fator importante é a liberdade na escolha das frases educativas. Como as propagandas dos produtos automobilísticos costumam ser muito criativas, acredito que as frases também serão.
Irene

Nenhum comentário:

Postar um comentário